Logo - King Kenzo
.Home .O autor
_.Ideias _.Parceiros
__.Roteiros __.Contato
___.Postgens

Ideias


Como todo bom roteirista, eu tenho minhas ideias que não foram para frente. Seja por "falta de tempo", falta de qualidade ou excesso de potencial que não quero desperdiçar, várias de minhas ideias não vão para o papel digital até que eu esteja totalmente confortável e satisfeito com elas.
Experiencias passadas mostram que pode levar meses, anos, séculos, até que resolva escrever essas ideias. Então, para que essas pequenas amostras de criatividade inaproveitadas fiquem para sempre registradas nessa grande rede mundial que chamamos de lar... digo, internet, resolvi contradizer o que disse em algum lugar nesse blog/portfólio e listar essas pérolas sem cordões nesse blog/portfólio que chamo de lar em que falo alguma coisa de vez em quando... e claro tirar aquele link para o facebook sem estragar a estética imaculada de 7 itens do meu menu super maneiro.

Vou dar nomes genéricos, contar as ideias através de sinopses mais genéricas ainda, comentar/explicar porque a coisa não foi para frente ainda e só. Não tenho muita coisa para mostrar desses projetos e o que tenho provavelmente não vale a pena mostrar. Qualquer coisa, se quiserem que eu fale mais de algum deles é só gritar nos comentários que eu dou meus pulos. (σ・・)σ

Gaveta de ideias

3 minutos no inferno: Shonen/ação/comédia
"O mocinho, um cara super do bem, após perder a mãe adquire a capacidade de trocar de alma com um mesmo cara no inferno por 3 minutos sempre que quiser."
Comentário: a ideia tem porta aberta para tudo, ação, comédia, filosofia. Eu adorei essa ideia, por isso não a escrevi ainda. Quero usar ela direito, aproveitar todo seu potencial... fora que já estou mexendo com 2 projetos exatamente do mesmo gênero no momento, prefiro deixar esse daqui esperando e tentar diversificar um cadin.

O solteirão: (comédia)
"Um tiozinho (mocinho) vai tomar banho na casa onde mora sozinho. Ao sair do banheiro ele ainda está na casa dele, mas ela está completamente diferente (~decoração) e nela moram 3 mulheres que ele não conhece, nem elas a ele."
Comentário: a ideia é uma adaptação de uma viagem que passava na minha cabeça sempre que tomava banho (~quando saísse do banheiro descobriria que outra família está morando na minha casa). O solteirão seria daqueles tiozinhos japoneses calvos que puxam os fiozinhos de cabelo da lateral em uma tentativa falha de tampar a careca. Não foi pra frente porque ainda não encontrei um jeito "genial" de desviar do óbvio ecchi que se esconde nessa ideia.

O pacto: Medieval
"Para salvar seu reino de um ataque inimigo, o rei faz um pacto com um demônio e se deixa ser possuído contanto que o demônio o deixe usar livremente os seus poderes por 24 horas. O demônio aceita os termos sem saber que antes o rei havia pedido para seu mais fiel guerreiro o matar antes do fim dessas 24 horas. Chegado a hora o guerreiro dá pra trás, pois sua fidelidade é tanta que ele não consegue matar o rei, que passa a ser controlado pelo demônio."
Comentário: eu tentei kkkkkkkkkkkk. A ideia é boa, mas esse "medieval" me deteu. Nunca fui com a cara de coisas medievais, logo não tenho ideia de por onde começar aqui... fora que minhas tentativas de criar alguma coisa aqui acabaram todas meio que completamente shonen :P

O medo: Suspense
"A esposa do mocinho é morta por uma criatura que é atraída pelo medo enquanto ele estava fora da cidade. O mocinho jura vingança, mas é detido pelos seus colegas de vila."
Comentário: a criatura volta, o mocinho foge e mata a criatura porque o amor vence o medo... é isso... o amor vence o medo. Até tenho em mente uma história mais completa pra esse, mas eu consigo fazer melhor... o amor vence o medo pff.

A flor da vida: Filosófico
"Ao nascerem os seres humanos trazem consigo uma semente da qual surgirá uma árvore que está diretamente ligada a vida e a personalidade daquela pessoa até que nasce a mocinha e de sua semente surge uma flor. "
Comentário: tive essa ideia do nada, junto com ela me veio na cabeça a imagem de uma menininha pequenininha segurando um vaso de flor e fiquei encantado pelo nível de fofura dela. O problema é que acabaram virando dramalhões as minhas tentativas e sinto que não é isso o ideal aqui, então vou deixar curtir um pouco e depois quem sabe tento de novo... é muito fófis para não levar em conta isso >.<
Ps.: coloquei o gênero como filosófico porque não sei o que por mesmo... romance soa muito como história de amor pra mim.

Solidão: Filosófico
"Uma nave espacial tripulada por humanos sofre um acidente e caí em um planeta onde apenas um ser imortal vive. Todos os humanos morreram com a queda, sobrando apenas a inteligencia artificial da nave para fazer companhia a esse ser."
Comentário: filosofia até dizer chega. Adorei a ideia, pois a vejo como um desafio... um baita dum desafio desgraçadamente complicado no qual não quero me meter tão cedo... e pressa pra que? O coiso é imortal mesmo hehehehe...
Ps.: coloquei o gênero como filosófico porque não sei o que por mesmo.

Por enquanto é isso.
Vou avisar nas postagens normais quando colocar mais projetos aqui ou quando alguém sair daqui e for para o hall dos projetos escritos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© King Kenzo - 2014. Todos os direitos reservados. Esse site não funciona direito no celular... foi mal :P Tecnologia do Blogger